5 dicas para sair da zona de conforto e começar a mudança profissional

A zona de conforto consiste na repetição de algo que não lhe traga nenhum tipo de estresse, incômodo ou imprevisto. São pensamentos e comportamentos que não geram insegurança nem risco. Apesar de confortável, manter-se assim, especialmente no trabalho, não o fará sair do lugar. Independentemente do seu cargo atual, se o seu objetivo é crescer, aprender coisas novas, melhorar de cargo ou de emprego, lançar-se em uma nova empreitada é preciso. Mudanças de atitude levam a mudanças na vida profissional. Portanto, comece agora mesmo a trocar a zona de conforto pela “zona de coragem” e trilhe seu próprio caminho para o sucesso.

1) Estabeleça metas e crie um plano de ação

Anualmente, faça uma avaliação sobre sua vida, identificando quais aspectos gostaria que fossem diferentes. No trabalho, analise se está tendo realização, reconhecimento, se tem crescido profissionalmente, aprendido mais e se o retorno financeiro tem correspondido às suas expectativas. A partir disso, trace objetivos, transforme sonhos em metas! Faça um planejamento em subtópicos, contendo pequenas conquistas que o levarão aonde quer chegar. Possuir objetivos profissionais claros é o primeiro passo para motivar mudanças de atitude rumo à realização do que se almeja.

**2) Aceite e proponha desafios **

Se chegar a você uma oportunidade nova no trabalho, um novo projeto, uma nova atribuição, diga sim. O bom profissional se desafia sempre e encara a novidade como uma chance de aprimorar suas qualidades. Evite criar um padrão vicioso em sua rotina profissional e busque também ter iniciativa junto à equipe, apresentando suas opiniões e sugerindo mudanças. Que tal propor aquela ideia que você tem em mente há algum tempo, mas nunca teve coragem de expô-la ou não se preocupou em levá-la adiante?

3) Recicle seus conhecimentos

Aprender coisas novas é um grande estímulo para buscar mudanças na vida profissional, além de ser uma forma de desenvolver habilidades e se preparar para as novas oportunidades que surgirem na sua carreira. Volte para a sala de aula, faça especializações, ou aquele curso que você sempre teve vontade de fazer. Estude um idioma, quem sabe, em um país estrangeiro durante as férias. Vale até se inscrever em cursos que instiguem habilidades nunca antes estimuladas, como aulas de música, teatro ou dança. Busque conhecimento também em livros, de preferência de gêneros que não estão em seu repertório, ou de autores que você já ouviu falar, mas nunca leu. Navegue por websites de notícias que não costuma acessar e leia com atenção opiniões diversas sobre um assunto. Pessoas que desejam crescer na profissão precisam estar em constante aprendizado.

4) Experimente coisas novas na sua vida pessoal

Assim como variar na área profissional, ter novas atitudes no dia a dia também ajuda a espantar o comodismo, o que acaba repercutindo em todas as esferas da vida, inclusive, no trabalho. Ações simples podem funcionar, por exemplo, como um incentivo à criatividade e à capacidade de lidar com o elemento surpresa. Então, faça um caminho diferente para chegar à empresa, baixe novas músicas para ouvir no carro, comece uma nova atividade física, prove comidas diferentes, vá a lugares que você não conhece, escreva um blog sobre um assunto que domina, viaje e conheça novas pessoas. Procurar experiências como essas contribui para a perda do medo do desconhecido, o que é fundamental para quem pretende mudar os rumos da vida. No final, você poderá até se surpreender com os resultados!

**5) Converse com pessoas de diferentes áreas **

Aproveite as pausas, o horário de almoço, ou outros momentos durante o dia para conhecer melhor seus colegas de trabalho que estão mais distantes de você. Não importa o cargo ou o setor, o que vale é trocar experiências, conhecer sua opinião e sua rotina dentro da estrutura da organização. Observar a empresa de um novo ponto de vista leva a uma compreensão diferenciada sobre seu funcionamento interno, possibilitando também novas ideias. Além disso, esteja aberto a conhecer opiniões a seu respeito, em diálogos francos. Saber como os demais funcionários veem você e seu trabalho pode ajudá-lo a rever algumas posturas e impulsioná-lo para as mudanças necessárias.

Ao sair da zona de conforto, você criará mais chances de progredir como indivíduo e como profissional. Por isso, se você pleiteia um cargo melhor, mova-se! Comece agora mesmo a fazer a diferença.