O que é o Branding Interno e como sua empresa pode utilizá-lo

Existe uma grande preocupação e dedicação das empresas para escolher a estratégia de marketing ideal para o negócio, aquela que valorize o cliente, promova a marca e garanta o sucesso. Mas muitas vezes, uma área que é fundamental para a construção e o fortalecimento de qualquer marca, acaba sendo esquecida: o branding interno.

O branding, ou gestão da marca, vai além da criação de uma identidade visual e a determinação de estratégias tradicionais de marketing. Seu principal objetivo é trabalhar ações que impactem na percepção que as pessoas têm de seu produto, serviço e de sua marca, trabalhando na proposta de valor de seu negócio e na forma como ele é visto tanto internamente como externamente.

Ele precisa ser único em todos os pontos de contato e ter ligação com a necessidade do público. O branding não é o que você gostaria que a sua marca fosse, mas sim, a percepção de seus clientes em relação a ela.

É muito importante que as empresas trabalhem para auxiliar na construção da percepção sobre o que ela oferece por meio das experiências dos consumidores com a marca. São os esforços do branding que geram reconhecimento e reputação para a empresa, o que aumenta os resultados do negócio e economiza os recursos, a médio e longo prazo.

O branding se divide em 3 etapas: Detalhamento do público-alvo (pesquisa para identificar o público-alvo); posicionamento da marca (identificar qual a melhor identidade da marca para atingir o público) e a construção multissensorial (explorar todos os pontos de contato com o consumidor).

Mas o tema desse post é o branding interno, quer saber como ele funciona e como vai ajudar a sua empresa? Então continue acompanhando o nosso post.

O que é Branding Interno

Estratégias de sucesso de posicionamento de marca começam dentro de casa: o chamado branding interno. De nada adianta desenvolver ações para melhorar a percepção de sua marca pelo consumidor se você possui colaboradores insatisfeitos, pois isso refletirá no atendimento ao cliente e em outras áreas importantes de seu negócio – o que ocasionará insatisfações no público externo e, consequentemente, reduzirá esta percepção por ele.

A primeira etapa de qualquer estratégia de branding é tornar seu público interno advogados de sua marca. Ou seja, fazer seus funcionários vestirem a camisa e defenderem sua marca seja onde for.

Um programa de branding interno deve priorizar o desenvolvimento de dentro para fora, potencializar a identificação com a organização por parte dos colaboradores e promover um sentido de unidade.

Um colaborador familiarizado com a marca corporativa revela sentimentos positivos e orgulho em representá-la. Quando ele compreende e aceita os valores da marca, adequa as suas atitudes e comportamentos a ela e, consequentemente, o seu desempenho aumenta.

Para garantir a satisfação de um cliente, em primeiro lugar, o colaborador que lida com ele precisa estar satisfeito. O branding interno atua na otimização dos processos de comunicação de uma empresa e em seu ambiente de trabalho refletindo a preocupação da empresa com os clientes a partir do cuidado com seus próprios funcionários.

Para isto, a área de comunicação interna deve trabalhar fortemente a missão, a visão e os valores da empresa em suas ações.

Confira a seguir o que é preciso para trabalhar a gestão de sua marca internamente e os benefícios que isso trará ao seu negócio:

Atraindo e retendo talentos que vestem a camisa!

A sede do Google em São Francisco se tornou mundialmente conhecida por ser um dos locais de trabalho mais desejados da nova geração. Lá os funcionários comem de graça, podem investir parte do tempo em projetos pessoais, e ainda contam com uma ampla programação cultural, que inclui DJs e visitas de personalidades da área de tecnologia.

Isto quer dizer que uma marca forte, idealizada pelos consumidores, começa a ser construída dentro da empresa, refletindo seus valores, sua missão e sua visão para os próprios funcionários. O branding interno promove um ambiente de trabalho que passa a ser almejado pelos profissionais, atraindo e retendo talentos na empresa devido à sua cultura.

Além disso promove engajamento nas equipes favorecendo a otimização de todos os processos. O que a Comunicação Interna de sua empresa pode trabalhar, alinhado à cultura organizacional, que atraia mais que funcionários, mas advogados de sua marca?

Posicionamento de diretrizes

O branding interno tem a função também de determinar as diretrizes de relacionamento da empresa de acordo com sua visão. Esta estratégia posiciona a marca de sua empresa definindo a forma como deseja que ela seja percebida.

É uma atividade de longo prazo, que deve ser trabalhada tanto pelos recursos humanos como pela equipe de comunicação interna, alinhando as diretrizes dos demais setores. Afinal, seus funcionários são também representantes de sua marca e ao trabalhar o branding interno você também estará construindo uma estratégia de como sua marca será percebida e associada também pelo público externo.

Alinhamento de valores

Um branding interno eficiente significa processos de comunicação interna otimizados. Isto deve ocorrer em diversos níveis, a começar pela forma como sua estratégia de gestão da marca será transmitida aos funcionários, assim como sua compreensão sobre seu papel na organização. É importante que todos saibam que suas funções diárias são relevantes para a empresa como um todo.

Isso pode envolver treinamentos ou atividades de alinhamento de equipes, mas o fundamental é que todos os colaboradores estejam devidamente comunicados sobre a missão e os valores da empresa.

Quando toda equipe está integrada ao mesmo objetivo é fundamental oferecer ferramentas de comunicação interna que possam aumentar sua produtividade. Recursos de colaboração são essenciais para a realização das atividades diárias, pois o conhecimento é construído a partir do relacionamento entre as pessoas e respectivas experiências.

Por isso, para trabalhar com o branding interno de forma continuada é importante também investir na comunicação entre os funcionários.

Na sua empresa o branding interno é uma realidade? Agora que você conheceu melhor esse conceito e sabe e como ele pode trazer benefícios a sua empresa, que tal começar a aplicar algumas destas estratégias em sua empresa? Enriqueça o nosso post compartilhando suas dúvidas e sugestões através dos comentários.