Não se desespere com o fracasso! 3 lições para aprender com ele

O que não mata, fortalece. O conselho amigo aparece quase que instantaneamente quando repartimos nossos fracassos e problemas com os outros. No momento em que cometemos um erro, principalmente quando ele é grave, dificilmente conseguimos olhar para o futuro e perceber que a situação pode contribuir muito para o nosso amadurecimento. A maioria das pessoas prefere lamentar incessantemente o ocorrido, sem aprender com a experiência – Isso quando não jogam a culpa em fatores externos.

A grande verdade é que, para os sábios, o insucesso pode ser o ponto de partida para uma mudança radical de posicionamento. Um erro traz inúmeras informações para qualquer pessoa interessada e imparcial, principalmente quando ela opta por se distanciar da situação e desenvolver um olhar observador. Por isso, resolvemos trazer algumas lições importantes sobre o fracasso, para que você não se desespere com ele! Confira!

O fracasso como informação

Aprendemos mais com nossos erros do que com os acertos, e essa é uma máxima indiscutível. Isso porque é apenas com o fracasso que podemos identificar algum ponto que requer atenção e aprimoramento.

Um empreendedor, por exemplo, pode desenhar processos internos teoricamente confiáveis para lidar com a sua produção, e, por algum tempo, pode ser até que eles funcionem perfeitamente. Acontece que novas demandas surgiram e, do jeito como foram amarrados, já não é mais possível garantir um atendimento satisfatório.

Claro, a prevenção é sempre o melhor caminho — no caso citado, um planejamento bem definido daria conta do recado — mas, se errarmos, o mais importante é manter os pés no chão e seguir em frente.

Mudança de direção

Einstein costumava dizer que a definição para a insanidade é repetir a mesma ação e esperar um resultado diferente a cada vez que ela é praticada. Esse pensamento faz todo o sentido, afinal, se não mudarmos nossa direção assim que fracassarmos, o resultado certamente será o mesmo — e o fracasso continuo pode levar qualquer um à loucura, não é verdade?

Por isso, é fundamental separar todas as informações coletadas com o erro e desenvolver um novo plano de ação. Devemos possuir um caminho claro para seguirmos em frente com os nossos objetivos, no entanto, quando escolhemos a direção errada a percebermos isso, é hora de refazer o mapa da mina.

Resiliência só vem com a derrota

Pessoas que praticam esportes radicais e frequentemente apresentam fraturas tendem a suportar mais a dor se compararmos com indivíduos que levam uma vida segura. Nossos fracassos são como fraturas e cicatrizes, capazes de nos preparar para quaisquer que sejam os resultados das nossas ações. Isso significa resiliência.

Manter a compostura é uma das melhores saídas quando quaisquer erros acontecem em nossas vidas, seja no campo pessoal ou profissional. Quando nos desesperamos, nosso lado emocional predomina sobre o racional, cegando-nos para qualquer solução para o problema. Por isso, é importante lembrar que, quanto mais vezes cairmos, maior será a nossa habilidade para sair do buraco!

E você, como costuma lidar com o fracasso? Sabe fazer dessas experiências um aprendizado para a sua vida? Deixe o seu comentário! Não se esqueça de continuar acessando o nosso blog para mais novidades!