Metodologia OKR: Por que adotá-la em sua empresa?

Quem nunca estabeleceu metas que não conseguiu cumprir? Provavelmente, se você e sua equipe usassem as OKRs, isso não teria acontecido.  A metodologia OKR, sigla para Objectives and Key Results, é um modelo de gestão com foco em objetivos e resultados que tem como base a definição e o acompanhamento de metas individuais e coletivas.

São estabelecidos propósitos e estratégias para alcançá-los. Define-se também quais são os resultados esperados. Por meio das OKRs, todos os gestores, equipes e colaboradores têm participação ativa e responsabilidades claras dentro da empresa, evitando assim a falta de comprometimento e de empenho.

As OKRs também são bastante úteis para o aumento da produtividade corporativa, pois direcionam os esforços de acordo com o planejamento da organização. A grande inovação trazida por essa metodologia, consiste em conectar e mobilizar as equipes de uma empresa, utilizando metas ambiciosas, mas reais.

A partir da definição dos objetivos mais desejados, utilizam-se indicadores-chave para mensurar o alcance desses sonhos. Ela se baseia no envolvimento de todos os níveis da organização. Para isso, os colaboradores participam diretamente da formulação das metas.

Continue acompanhando e entenda mais sobre por que você deve adotar os OKRs para os seus colaboradores:

Vantagens da metodologia OKR

Com a definição de metas individuais e coletivas, todos os profissionais passam a compreender facilmente quais as prioridades da empresa. Assim, podem atuar com mais eficiência, eliminando desperdícios de energia e tempo.

Essa transparência propicia rotinas de trabalho mais organizadas, processos estruturados, maior qualidade nas entregas, obediência aos prazos e diminuição dos conflitos internos.

Há ainda várias outras vantagens na adoção dos OKRs. Vamos a elas:

Flexibilidade da metodologia

Os OKRs podem ser executados por etapas, envolvendo aos poucos todas as equipes. Também permitem a gestão de uma grande variedade de metas, de acordo com as peculiaridades e responsabilidades de cada departamento.

Gestão com foco no negócio

Por meio de metas voltadas ao negócio, as equipes podem ser corretamente direcionadas, reduzindo os desperdícios de recursos e energia e, consequentemente, aumentando a produtividade geral.

Colaboração e engajamento

Os OKRs servem como critérios de performance. Quando compartilhados, favorecem a colaboração entre as equipes, a autonomia dos colaboradores e o engajamento de todos em relação aos objetivos da empresa.

Agilidade na tomada de decisão

Os OKRs propiciam ciclos curtos de desdobramento que, por sua vez, possibilitam uma sensível redução das burocracias internas. Com isso, é possível agilizar a tomada de decisões e a correção de desvios.

A execução da metodologia OKR

A metodologia OKR depende de alguns fatores que devem ser considerados no plano de implementação. São eles:
A cultura organizacional

Para assegurar o sucesso da realização da metodologia OKR, é preciso que a cultura organizacional esteja fundamentada em produtividade, de forma que o gerenciamento de metas faça parte do cotidiano de todos os colaboradores, em todos os níveis hierárquicos. Assim, é essencial investir em comunicação interna, monitoramento de indicadores e sistemas para integração das informações.

O desdobramento dos objetivos macro em OKRs

Os OKRs devem ocorrer em função do correto desdobramento dos objetivos macro da empresa em metas individuais e coletivas, atingindo todos os colaboradores, equipes e setores. Ainda, devem permitir que todos enxerguem a interdependência entre essas metas e percebam a importância do trabalho em equipe.

Simplicidade e mensurabilidade

Além de seguir princípios descomplicados, os OKRs devem ser mensuráveis, ou seja, precisam ser representados por números, percentuais ou taxas de fácil entendimento.

Como aplicar a metodologia OKR na sua empresa

É muito importante que as OKRs sejam simples, fáceis de compreender, transparentes e públicas. Assim, é mais fácil criar um ambiente de colaboração, onde todos sabem quais são as tarefas dos colegas, e podem contribuir no que o outro está desenvolvendo.

1. Em conjunto com todos os membros da sua equipe, defina o grande objetivo da organização para aquele ano ou trimestre e interligue cada departamento e indivíduo com aquele objetivo maior. Os objetivos sempre devem ser ambiciosos, mas não impossíveis. A certeza que um indicador será alcançado facilmente significa que o mesmo precisa ser reavaliado.

2. Para cada um dos objetivos que foram estabelecidos com a sua equipe, é preciso definir de três a cinco resultados mensuráveis, não mais do que isso. Esses resultados podem ser baseados em crescimento, lucro, engajamento, Net Promoter Score, entre outros.

3. A medição dos indicadores-chave da metodologia OKR é feita por uma graduação. Na prática, é um número entre 0 e 1. É indicado que o ponto almejado seja entre 0,6 e 0,7, para que assim, o foco naquele indicador se prolongue até o fim do período estipulado.

4. É fundamental acompanhar constantemente o progresso das OKRs, elas não serão batidas sozinhas. Geralmente, os objetivos das áreas e individuais são alcançados num período de três meses. Logo, a organização passará por momentos de reavaliação e planejamento pelo menos quatro vezes ao ano.

A definição de metas na ótica do OKR

Com a metodologia OKR, as metas são definidas conjuntamente entre gestores e funcionários. Porém, cabe ao próprio colaborador traçar ao menos 60% dos objetivos e resultados a serem alcançados.

Para tanto, é essencial elaborar um bom planejamento para que os propósitos sejam realistas, mas ainda desafiadores e motivadores. Nesse contexto, é fundamental considerar a área e os limites de atuação, as competências e o know-how de cada profissional.

É importante lembrar que as metas devem ser atingidas por meio do desenvolvimento de projetos específicos que têm em vista indicadores corporativos como, por exemplo, faturamento, volume de vendas, nível de satisfação dos clientes, redução de custos, melhorias no processo produtivo e logístico e criação de novos produtos ou serviços.

A definição de objetivos arrojados, individuais e coletivos serve de incentivo para a inovação e a criatividade, busca por novas respostas, colaboração, troca de ideias e experiências, aprendizado e crescimento profissional. Com equipes motivadas, preparadas e orientadas ao resultado, é possível conquistar a produtividade.

Com a metodologia OKR é possível mensurar grandes objetivos, identificar quais serão os próximos passos e estimular a colaboração e o engajamento, Sua empresa já adotou a metodologia OKR? Você tem alguma dúvida? Compartilhe suas dicas e opiniões com a gente, através dos comentários!

Por Talita Maria