12 dicas para lidar com o estresse no trabalho

Quem nunca ficou estressado no trabalho que atire a primeira pedra. Me responda uma pergunta: no seu trabalho você tem que atender clientes, resolver problemas com fornecedores, preparar relatórios, participar de reuniões, bater metas, cumprir prazos, receber e dar ordens, gerar resultados sob pressão e ainda se manter informado?

Tudo isso faz parte da rotina de trabalho da maior parte dos profissionais brasileiros. Para desenvolver tanta coisa em tão pouco tempo, muitas vezes trabalhando em equipes reduzidas, fica difícil não ter um nível elevado de estresse. E acredite, pode até não parecer, mas trabalhar em um ambiente sem nenhum estresse, também é um fator preocupante.

Ficar com raiva em algum momento, estressado com uma tarefa ou colega é normal, mas se você fica estressado durante todo o tempo que está no trabalho, sofre só de pensar em ter que ir trabalhar, algo está errado. Existem várias causas e formas de lidar com o estresse no trabalho, para saber mais continue acompanhando o nosso post.

O que é estresse?

Hoje em dia o termo estresse faz parte do cotidiano, praticamente passou a fazer parte do senso comum. Ele é apontado como a causa de quase todos os problemas de saúde e é um dos principais responsáveis pelas idas ao médico, praticamente o mal do século.

Mas o estresse não é apenas um problema, ele também tem seu lado positivo e sua importância para o nosso corpo e mente. Estresse é uma reação do organismo com componentes psicológicos, físicos, mentais e hormonais que ocorre quando surge a necessidade de uma adaptação grande a esforço ou situação de importância. Este evento pode ser algo negativo ou positivo.

Quando em excesso, o estresse é negativo. Ele ocorre quando a pessoa ultrapassa seus limites e esgota sua capacidade de adaptação. O organismo fica desprovido de nutrientes e a energia mental reduzida. A produtividade, a capacidade de trabalho e a qualidade de vida são muito prejudicadas, e logo a pessoa acaba adoecendo.

Já o estresse em sua fase inicial, é positivo. Nessa fase, a de alerta, o corpo produz adrenalina que dá ânimo, vigor e energia, e faz a pessoa produzir mais, ficar mais atenta. Quando o estresse é positivo, o corpo consegue ficar mais tempo em atividade, sem precisar de descanso, é uma fase produtiva. Mas se esse período dura demais, o estresse em excesso passa a ser negativo.

O ideal é aprender a conciliar os lados positivo e negativo do estresse, alternar da entrada na fase de alerta para a saída. Assim, a pessoa fica mais competitiva e produtiva, consegue enfrentar melhor os desafios no trabalho, lidar com a pressão e gerar mais resultados.

Mas fazer essa conciliação não é uma tarefa fácil, o organismo precisa conseguir regular essas mudanças e quando não consegue, todos os problemas causados pelo excesso de estresse começam a aparecer.

Sintomas de estresse

Os primeiros sinais do estresse aparecem nas tarefas do dia-a-dia, o que antes era muito simples passa a ser um problema, o que trazia felicidade, passa a irritar e as pessoas podem começar a se afastar de você. E para piorar, quem está estressado não percebe o que está acontecendo e o seu nível de estresse continua aumentando, e a situação vira uma verdadeira “bola de neve”.

Quando você não consegue colocar pra fora o que está te incomodando, o seu corpo coloca pra você. Por isso, são vários os sintomas que indicam o estresse negativo, eles podem ser tanto psicológicos quanto físicos, é preciso ficar atento.

Sintomas psicológicos

  • Queda de produtividade;
  • Piora na organização;
  • Desmotivação;
  • Confusão mental;
  • Cansaço;
  • Autoestima baixa;
  • Indecisão;
  • Falhas de concentração e memória;
  • Ansiedade;
  • Sensação de monotonia;
  • Irritação;
  • Depressão;
  • Sono agitado.

Sintomas físicos

  • Queda de cabelo;
  • Problemas cardíacos e gastrointestinais
  • Dores de cabeça;
  • Problemas dermatológicos;
  • Pressão alta;
  • Tontura;
  • Alergias;
  • Ganho ou perda de peso;
  • Infecções;
  • Asma;
  • Tensão muscular.

Se você se identificou com mais de um sintoma, existe uma grande chance do seu nível de estresse estar muito elevado. Vale lembrar, que em qualquer grau, mesmo que nos primeiros sinais, é muito importante procurar um médico, que tem uma orientação para cada tipo de pessoa.

Causas do estresse no trabalho

Quando esses sintomas são observados, é preciso identificar os fatores que causaram o estresse para agir e eliminá-lo. As causas do estresse no trabalho variam muito de acordo com cada tipo profissional e de empresa.

Algumas pessoas ficam estressadas por terem dificuldades para equilibrar vida pessoal e profissional, outras porque não conseguiram a tão esperada promoção e algumas porque não terem um bom relacionamento com os colegas. Qualquer situação desagradável no trabalho que você precisa enfrentar todos os dias, pode elevar o nível de estresse.

Para ajudar a identificar as causas do estresse no ambiente de trabalho, a Wrike, empresa de gestão de projetos, realizou uma pesquisa com 1.400 profissionais pelo mundo e apresentou os 11 fatores mais citados pelos profissionais entrevistados. Confira:

**Causa do estresse** **Porcentagem dos entrevistados**
Desencontro de informações52%
Problemas com prioridade de tarefas51%
Metas irreais49%
Mudanças de prazos47%
Liderança confusa44%
Atribuição de tarefas pouco claras44%
Distorção de funções43%
Falta de colaboração e coordenação42%
Falta de força de vontade da equipe37%
Pouco envolvimento de patrocinadores28%
Incerteza sobre o próprio papel no projeto24%

Dicas para lidar com o estresse no trabalho

Não existe uma fórmula mágica nem uma solução imediata para eliminar o estresse. Cada pessoa é única e reage, psicologicamente e fisicamente,  de uma forma diferente, em cada caso é preciso fazer uma análise, de preferência junto a algum profissional. Nas empresas, o ideal é que médicos do trabalho, gestores de recursos humanos, psicólogos e terapeutas desenvolvam um trabalho conjunto para tentar amenizar e eliminar as causas do estresse, a participação ativa dos colaboradores também é muito importante.

Se as principais causas do estresse no ambiente de trabalho fazem parte da sua rotina e você se identificou com os sintomas apresentados, é hora de você agir. Com pequenas mudanças de atitude é possível lidar melhor com os fatores estressantes e até, eliminá-los. Para te ajudar a mudar, preparamos uma lista com várias dicas, confira.

Organize suas tarefas

Se você tem muita coisa pra fazer, está sempre correndo e precisa fazer tudo ao mesmo tempo, alguma coisa está muito errada. É fundamental ter um cronograma ou uma lista com todas as suas tarefas para conseguir executar todas no prazo. O ideal, é planejar com até 3 dias de antecedência. Não deixe de incluir pausas durante o expediente, de duas em duas horas pare por 5 minutos para tomar um café ou conversar com um colega, assim você alivia a mente e descansa o corpo.

Estabeleça prioridades

Não adianta organizar suas tarefas, se planejar, mas não saber estabelecer prioridades. Faça sua lista em ordem de prioridade, deixe um espaço reservado para imprevistos e saiba reorganizar seus compromissos, quando necessário. Deixar um espaço para assuntos pessoais também é recomendando, uma vez que certas coisas não podem esperar. Mas não se esqueça que quando você tem muitas prioridades, não tem nenhuma.

Conheça seus limites

É muito importante se conhecer, para conhecer seus limites. O autoconhecimento é fundamental para contornar as emoções negativas e evitar frustrações. Identifique seus pontos fortes e fracos, valorize mais as suas conquistas e não dê tanta importância aos contratempos.

Quando você receber um trabalho e tiver consciência que está além do seu alcance, converse com  os seus superiores, explique suas razões, veja se algum colega pode te ajudar e se for preciso, diga não. Isso não vai fazer de você um incompetente, mas sim mostrar a sua preocupação com a qualidade do que faz.

Evite distrações

Foque em suas tarefas e não procrastine. Evite abrir o email de 5 em 5 minutos, dar uma olhadinha nas redes sociais ou abrir um portal de notícias. Determine um prazo para concluir uma tarefa e não o interrompa, ao terminar tire alguns minutinhos para fazer o que quiser, como uma recompensa.

Não conseguir terminar um trabalho é frustrante, e a frustração caminha lado a lado com o estresse.

Não deixe a vida passar

Ser um profissional dedicado e eficiente é muito importante para sua carreira, mas nunca permita que o trabalho sufoque a sua vida pessoal. Tenha sempre um tempo para sua família e seus amigos, viaje, vá ao cinema, faça os programas que você gosta. Ter um hobby também ajuda muito para aliviar as tensões do dia-a-dia.

Se relacione com seus colegas de trabalho

A maior parte do seu dia você passa na empresa, então é fundamental ter um bom relacionamento com seus colegas e gestores. Procure conhecer melhor os seus colegas, saiba respeitar a opinião e o espaço do outro e esteja sempre pronto para ajudar. Por mais focado no trabalho que você esteja, dê uma circulada pela empresa e converse com seus colegas.

Dê o seu melhor

Nem toda atividade é prazerosa, mas é sempre um aprendizado. Dê o seu melhor em tudo que fizer, aprenda coisas novas e não tenha medo de errar. Não se cobre demais ao realizar um trabalho que você ainda não tem experiência, apenas faça o melhor que puder, peça ajuda, se precisar, esteja aberto a críticas e aprenda com elas.

Seja mais seguro

Pessoas inseguras sofrem mais para trabalhar sobre pressão e enfrentar desafios, elas não acreditam ser capazes de realizar o que foi solicitado, logo, ficam estressadas com facilidade. Se você está em uma determinada função atualmente, é porque tem capacidade e os seus superiores confiam em seu trabalho.

Cuide da sua saúde

Quem tem um estilo de vida saudável, não fica tão vulnerável ao estresse e seus sintomas. Procure dormir bem, ter uma alimentação de qualidade e regrada, e praticar atividade física regularmente. Consultar um médico ou psicólogo é muito importante para lidar com o estresse.

Comunique-se bem

Grande parte das principais causas do estresse no ambiente de trabalho pode ser resolvida com uma comunicação eficiente. As informações desencontradas, mudanças de prazos e os problemas com distribuição de tarefas, não faz parte da rotina das empresas que se preocupam com a comunicação interna e externa. Cabe aos gestores implementarem práticas e ferramentas para mudar esse cenário.

Uma boa comunicação interpessoal também é fundamental para eliminar o estresse. O colaborador precisa saber expressar bem seu ponto de vista, seus objetivos, suas dificuldades e também precisa entender as expectativas de seus superiores.

Os gestores precisam delegar as tarefas de forma clara e objetiva, orientar com exatidão, liderar com transparência saber ouvir os colaboradores e se mostrar sempre aberto ao diálogo.

Não sofra sem necessidade

Não dê atenção demais para as banalidades da vida, nem fique remoendo esses acontecimentos. Se o trânsito está um caos, a gasolina está muito cara, apenas pare, respire e não pense como isso vai atrapalhar a sua vida. A vida já tem desafios demais, para você se desgastar com coisas pequenas.

Avalie sua situação na empresa

Se você já adotou todas essas dicas, mudou seus hábitos e mesmo assim continua estressado com seu trabalho, é uma boa hora para refletir sobre a sua situação na empresa.

Responda algumas dessas perguntas e análise: Você trabalha demais e ganha pouco? Você não consegue estabelecer um bom relacionamento com seus superiores? Você não tem nenhuma perspectiva de crescimento nessa empresa? Você não tem os recursos necessários para desenvolver suas atividades? O ambiente de trabalho é desorganizado? A rotatividade na empresa é alta?

A maioria das suas respostas foi sim? Então, pense com calma se vale a pena continuar onde está. Não tenha medo de mudanças, busque um lugar onde você seja valorizado e não coloque sua saúde em risco.

Qualquer empresa é composta por pessoas com culturas diferentes, hierarquias, prazos, metas, pressão e muitas tarefas, ou seja, é um local sujeito o tempo todo a fatores estressantes. Por outro lado, todos esses fatores que podem gerar o estresse negativo no ambiente de trabalho, também são o combustível para o desenvolvimento da empresa.

Por isso, cabe a cada pessoa lidar da sua melhor forma com os desafios e não se deixar atingir. Siga as nossas dicas, de acordo com a sua realidade. Comece as mudanças devagar e perceba os benefícios na sua qualidade de vida e no seu trabalho.