7 dinâmicas de motivação para sua equipe

Você, gestor, pode passar vários meses planejando ações para sua equipe, definindo metas e valores, trazendo conceitos inovadores e implementando mudanças. Mas todos esses esforços serão jogados fora em questão de minutos, se a sua equipe estiver desmotivada e não tiver interesse em colocar a sua teoria em prática.

Você pode culpar e punir sua equipe por essa desmotivação ou pode assumir o seu papel como líder e trabalhar duro para engajar e motivar os seus colaboradores. Se você quer agir, acompanhe o nosso post para saber mais e conhecer algumas dinâmicas de motivação para sua equipe.

**Por que a sua equipe está desmotivada? **

Como a velha sabedoria popular nos ensina, é preciso cortar o mal pela raiz. Se você não sabe a causa da desmotivação, é muito mais difícil eliminá-la. A falta de motivação é um mal que, infelizmente, faz parte da rotina de muitos profissionais e empresas, e pode ser causada por vários fatores, como: acúmulo de tarefas, problemas de relacionamento com colegas de trabalho e superiores, falta de reconhecimento, insatisfação com o salário, falta de organização e comunicação na empresa, e muitos outros.

Esses fatores geram muito cansaço mental e físico, e prejudicam drasticamente os resultados de qualquer profissional.

Para conseguir motivar uma equipe, o gestor precisa conhecer muito bem a realidade dela para identificar e analisar as causas da desmotivação, e aí então começar a agir. Mas quando a equipe é muito grande ou trabalha em locais distantes, é difícil conhecê-la bem.

Nesse caso, promover dinâmicas em grupo é fundamental, não só para que o gestor possa conhecer melhor os colaboradores, mas para que haja uma maior integração entre eles.

Separamos 2 exemplos de dinâmicas que você pode realizar com a sua equipe, para conhecer melhor cada membro e só assim começar a trabalhar para motivá-los, confira:

1) Teste de Personalidade

Através dele é possível identificar a personalidade que predomina entre os membros da sua equipe.

Para realiza-lo você vai precisar de um questionário para cada colaborador, com no mínimo 12 afirmações. A resposta de cada afirmação, deve ser uma escala de 0 a 6, que começa em “O oposto de mim” e vai até “Exatamente como eu”, onde o colaborador vai indicar o grau que mais se aproxima da sua opinião em relação ao que foi afirmado.

Exemplos de afirmações:

Eu tenho pouco tempo para as outras pessoas e raramente me interesso pelos problemas delas. Eu geralmente sou indiferente aos problemas dos outros.

Eu finalizo as tarefas na hora certa e sempre sigo o que foi planejado. Eu sempre me preparo para as coisas com antecedência, para evitar erros.

Eu tenho dificuldade em imaginar coisas e ter novas ideias.

Eu respeito a autoridade e sempre sigo as regras. Eu não gosto de tirar vantagens das pessoas e respeito a privacidade de cada um.

Essas afirmações devem ser montadas de acordo com os aspectos que você busca conhecer. Através das respostas, é possível conhecer a personalidade de cada colaborador, seus pontos positivos, de melhoria e é mais fácil potencializar seus talentos.

2)Teste comportamental

Esse teste permite uma avaliação detalhada do perfil comportamental de cada membro da equipe.

Ele é composto por 25 afirmações e o colaborador deve escolher uma alternativa para cada. De acordo com as respostas selecionadas, o perfil de cada colaborador é representado por um animal.  Cada animal, representa um comportamento diferente: gato (fazer junto), lobo (fazer certo), águia (fazer diferente) ou tubarão (fazer rápido), e aponta aspectos positivos, pontos de melhoria e valores.

Exemplos de afirmações:

  • Eu gosto de…
    Fazer progresso
    Construir memórias
    Fazer sentido
    Tornar as pessoas confortáveis
  • Não existe nada de errado em…
    Se colocar na frente
    Colocar os outros na frente
    Mudar de ideia
    Ser consistente

Existem vários modelos de testes comportamentais, cabe ao gestor escolher o que melhor se encaixa a realidade da sua empresa. Vale ressaltar, que em qualquer dinâmica é fundamental instruir os colaboradores para não responderem pensando no resultado, é fundamental ser bem verdadeiro.

Como ser um líder motivado

Líderes motivados são figuras fundamentais para a construção de equipes engajadas e produtivas, pois também sabem motivar e influenciar seus liderados. São honestos, transparentes, confiantes, entusiastas, otimistas, seguros, coerentes e muito criativos.

Esses líderes inspiram verdadeiramente sua equipe, orientam e delegam tarefas. Quando falta motivação ao líder, todo o resultado fica comprometido. Então, se você quer ter uma equipe motivada, tome algumas atitudes para ser um líder motivado.

Saiba se comunicar

É muito importante que o líder fale com os membros de sua equipe, dê ordens e feedbacks, mas ele também precisa saber ouvir os colaboradores. A comunicação é uma via de mão dupla, e não a imposição de uma informação. Saiba explicar de forma clara e objetiva os desafios e metas da equipe e não deixe que os ruídos interfiram na comunicação entre vocês.

Seja um exemplo

Demonstre seu engajamento através de atitudes, inclusive as pequenas. Você é parte da equipe, e deve agir de acordo com o que fala. Como líder, você estará sendo observado por seus colaboradores o tempo todo, e suas ações são tomadas como exemplo. Não se esqueça que “as palavras ensinam, mas os exemplos arrastam”.

Reconheça um bom trabalho

Sempre que um resultado positivo for apresentado, elogie seus colaboradores, reconheça o trabalho diante das pessoas. Um elogio sincero gera ótimos resultados.

Busque o seu desenvolvimento

Um líder motivado está sempre em evolução, gosta de aprender coisas novas, e está aberto a novas ideias e opiniões. O autoconhecimento também é fundamental, para isso, procurar um coaching pode ser uma boa alternativa , pois além de trabalhar a inteligência emocional, permite a construção de um perfil mais eficiente, focado e engajado nos próprios objetivos.

**Dinâmicas de motivação para sua equipe **

Identificar as causas da desmotivação da sua equipe, conhecer bem o perfil de cada colaborador e ser um líder mais motivado, são passos muito importantes para eliminar a falta de motivação da sua equipe. Mas existem algumas alternativas para te ajudar a motivar uma equipe, uma delas é a realização de dinâmicas.

Através delas, é possível sensibilizar o colaborador e modificar a maneira como a equipe lida com os problemas relacionados ao trabalho e com a vida pessoal, melhorando o desempenho. Além disso, as dinâmicas são ótimas para integrar e melhorar o relacionamento entre toda a equipe. Confira alguns exemplos de dinâmicas de motivação para sua equipe e leve-as para a sua empresa:

1) Missão possível

Objetivo: Estimular o trabalho em equipe e a comunicação dos participantes além de motivar o grupo a atingir metas tanto na vida profissional quanto na vida pessoal.

Material:

  • Cópias de sua declaração de missão corporativa, se houver, ou cópias de declarações de missão de outras empresas que você considere inspiradoras.
  • Uma folha de papel em branco e canetas (para cada três a cinco participantes).

Como fazer a dinâmica:

Discuta o conceito de uma declaração de missão corporativa.
Texto de referencia obtido na Wikipédia: “Uma Declaração de missão é uma declaração do propósito de uma empresa ou organização. Esta declaração deve orientar as ações da organização, explicitar seu objetivo geral, proporcionar um senso de direção, e orientar a tomada de decisões.

Ele fornece “o quadro ou contexto em que as estratégias da empresa são formuladas.” O intuito da Declaração de Missão deve ser a primeira consideração do executivo ao avaliar uma decisão estratégica. A declaração pode variar de muito simples até um conjunto bastante complexo de idéias.” (Fonte: http://bit.ly/declaracaodemissaowikipedia). É interessante que seja feita leitura do conceito na íntegra para poder ampliar a explicação.

Distribua sua declaração de missão corporativa (ou as de outras empresas).

Divida os participantes em três grupos que contenham de três a cinco pessoas e dê a cada grupo uma folha de papel e uma caneta.

Explique que a tarefa será trabalhar em conjunto para desenvolver uma breve declaração de missão para seu departamento.

Ouça as declarações de missão e discuta, quando for necessário.

Certifique-se de que as declarações de missão não contradigam a de sua empresa.

Quando a declaração de missão estiver completa, obtenha a versão final e imprima uma cópia bonita a ser fixada na área de trabalho do departamento.

Dicas:  Abra espaço para que os participantes façam comentários sobre sentimentos, dificuldades, facilidades e outros que o grupo julgar importantes. Avalie a motivação de cada participante e a forma de trabalhar em equipe.

Tempo de aplicação: 30 minutos
Número máximo de pessoas: 20
Número mínimo de pessoas: 3

2)Moinho dos sonhos

Objetivo: Promover o trabalho em equipe e integrar todos os participantes de um grupo.

É uma brincadeira muito divertida e que traz excelentes resultados para avaliar os participantes com relação à persistência, organização e o relacionamento interpessoal.

Material:

  • Um bambolê;
  • Papel crepom vermelho e amarelo;
  • Uma caixa de tesouro;
  • Vendas para os olhos;

Como fazer a dinâmica:

1ª Etapa:

Através do sorteio o grupo deverá vencer quatro desafios enunciados nos quatro elementos: ar, terra, fogo e água. Ao final de cada etapa, o grupo será sorteado com uma parte do tesouro que será depositado no centro da sala (pedaços da letra de uma música, palavras de uma frase ou letras de uma palavra, que deverá ser completada no final para que o grupo faça uma mensagem final. Se for música, o grupo deverá montar a letra e cantar).

  1. AR

Levar duas pessoas do ponto “A” para o ponto “B” (demarcado por cones), sem que estas encostem o corpo no chão.

  1. FOGO

Atravessar pelo arco de fogo. Todas as pessoas deverão passar pelo arco de fogo vendadas. (Importante, o arco de fogo é simbólico e feito com bambolês com fitas vermelha e laranja amarradas representando o elemento fogo).

  1. TERRA

Criar uma pirâmide humana.

  1. ÁGUA

Os participantes deverão sair da ilha para o continente utilizando quatro pranchas. As pranchas sempre andam em pares.

Tesouro: palavras que serão entregues ao final de cada etapa. Após a entrega da última palavra o grupo deverá fazer uma mensagem usando todas as palavras recebidas.

Dicas: Observar se estão se integrando, a determinação de cada participante  e da equipe em geral, como ocorre o trabalho em equipe, a capacidade de realização e se houve algum tipo de planejamento para executar a atividade.

Tempo de aplicação: 40 minutos
Número máximo de pessoas: 40
Número mínimo de pessoas: 12

3)Corrente De Apoio

Objetivo: Estabelecer uma relação de confiança no trabalho em equipe; cadeia de relações.

Material: Nenhum

Como fazer a dinâmica:

Formar um círculo único com todos os participantes.

Fechar o círculo de forma que todos fiquem se tocando ombro a ombro. Nesse momento convém promover uma troca de lugares, por exemplo, contando até 3 e dizendo que ninguém deve permanecer onde estava.

Nesse momento pede para que o circulo seja ainda mais reduzido, formando uma cadeia com as pessoas viradas de lado, uma atrás da outra, ainda em círculo.

Apertar o círculo de forma que o peito de cada um esteja tocando as costas do colega da frente.

O desafio nesse momento é todos se sentarem ao mesmo tempo no joelho do colega de trás. Para isso o colega de trás deve apoiar o colega da frente pela cintura, a fim de evitar a sua queda. O grupo só será bem sucedido se todos fizerem os movimentos ao mesmo tempo, de forma harmoniosa. Se um cair, todos caem.

Tentar quantas vezes forem necessárias, até que o grupo consiga.

Quando o objetivo for atingido; pedir que todos ergam as mãos devagar, como comemoração pela vitória, e depois segurem novamente a cintura do colega da frente para que todos levantem também a um só movimento.

Dicas: Conversar sobre o resultado atingido e sobre como se desenvolveu a atividade. Foi fácil confiar no apoio do colega de trás? Qual a segurança que demos ao colega da frente? Sem confiança mútua poderíamos atingir esse objetivo? Ao final, correlacionar com a realidade do dia a dia do trabalho.

Tempo de aplicação: 40 minutos
Número máximo de pessoas: 40
Número mínimo de pessoas: Indefinido, mas é importante que seja um número par.

4)Carta a si próprio

Objetivo: Automotivação, levantamento de expectativas individuais, compromisso consigo mesmo, autopercepção, autoconhecimento, sensibilização e reflexão.

Material:

  • Envelope;
  • Papel;

Como fazer a dinâmica:

Cada um dos participantes escreve uma carta para si mesmo, como se fosse enviá-la a seu melhor amigo. Entre os assuntos abordados, deve-se falar sobre como se sente no momento, o que espera das suas próximas semanas e como pensa que estará pessoal e profissionalmente dali a 30 dias. A empresa deverá, então, endereçar as cartas aos seus funcionários, agendando a entrega para dali a 45 dias.

Tempo de aplicação: 30 minutos
Número máximo de pessoas: Indefinido.
Número mínimo de pessoas: 3

5) Dinâmica do desafio

Objetivo**:** Observar o quanto as pessoas têm medo de desafios, pois eles terão pressa de passar a caixa para o outro. A ideia é expor que devemos ter coragem e enfrentar os desafios da vida para alcançar a vitória.

Material:

  • Caixa de bombom enrolada para presente;
  • Música animada tocando.

Como fazer a dinâmica:

Diga aos participantes que na caixa tem um desafio surpresa que deve ser feito por quem estiver com ela nas mãos quando a música parar. Coloque uma música animada para tocar, uma pessoa de costas para desligar a música quando desejar, e comece a passar a caixa de mão em mão no círculo montado com os colaboradores.

Quando a música parar, o coordenador faça um pequeno suspense e dê a opção, para a pessoa que pegou a caixa, de passa-la para frente. Faça perguntas como “está preparado?”, “você vai ter que pagar o mico, viu?”, “seja lá qual for a ordem você vai ter que obedecer, quer abrir?”.

Faça isso até que alguém decida abrir a caixa. Lá dentro haverá um delicioso chocolate.

Dica: A lição é que quando encaramos o desafio, podemos ter agradáveis surpresas.

Tempo de aplicação: Varia de acordo com o número de participantes.
Número máximo de pessoas: Indefinido.
Número mínimo de pessoas: 3

Siga nossas dicas apresentadas aqui no post, conheça sua equipe, crie um bom relacionamento, seja um líder motivado e saiba motivar. Uma equipe motivada é sinônimo de bons resultados. E se tiver alguma dúvida para realizar essas dinâmicas em sua empresa, compartilhe com a gente através dos comentários.

Por Talita Maria

banner_ebook_elementos_chave