Gestão de RH: 7 dicas para evitar faltas e absenteísmo

Empresários e gestores concordam sobre a importância do capital humano para o sucesso e crescimento dos negócios e assim, faltas e altos índices de absenteísmo vão na contramão da produtividade e do engajamento. Diversos aspectos influenciam diretamente na presença ao trabalho e no comprometimento dos colaboradores, mas apenas alguns podem ser impactados por ações e iniciativas da empresa. As ausências são causadas, em sua maioria, por problemas pessoais, questões médicas e por descontentamento por parte dos profissionais. Neste sentido, é essencial que a empresa busque identificar quais são os principais fatores causadores do absenteísmo, para que possa então, atuar com práticas relacionadas à gestão de RH de forma mais acertada.

É preciso lembrar que a ausência dos colaboradores provoca uma série de prejuízos, muitos deles financeiros, devido à perda de produtividade e também de motivação dos demais profissionais, que costumam ficar sobrecarregados, tentando suprir a falta de membros da equipe. Assim, é essencial atuar nas causas destas faltas e então, conquistar um melhor rendimento, individual e coletivo. Conheça agora algumas dicas para evitar faltas e absenteísmo:

Faça uma pesquisa de clima organizacional

A pesquisa de clima organizacional é essencial para medir o grau de satisfação e motivação dos colaboradores, em relação a vários aspectos, como liderança positiva, respeito e valorização, investimento em desenvolvimento, oportunidades de crescimento, políticas de remuneração e benefícios, inciativas para educação e conscientização e espaço para participação ativa. Com base nestas respostas, é possível avaliar se as políticas e práticas adotadas pela empresa estão sendo realmente efetivas, permitindo aprimorar a gestão e corrigir desvios.

Ofereça condições de trabalho favoráveis

As condições de trabalho têm grande influência no absenteísmo dos colaboradores, por isso, é preciso oferecer ambientes saudáveis, com layouts adequados e ergonomicamente planejados, além de todos os recursos e ferramentas necessários a realização das tarefas diárias.

Cuide da saúde e da segurança dos colaboradores

É fundamental cuidar da saúde e do bem-estar das equipes, bem como atentar para a obediência à legislação e as normas de segurança, que envolvem o uso de EPIs (equipamentos de proteção individual), periculosidade e insalubridade. Também é preciso cuidar da saúde das equipes, evitar esforços repetitivos e promover campanhas educativas sobre diversos temas, como prevenção de doenças, alimentação, comportamento seguro e prática de atividades físicas.

Adote a avaliação de desempenho

A avaliação de desempenho pode ser bastante útil para reduzir as faltas e o absenteísmo, pois através deste protocolo, o gestor pode indicar ao colaborador os problemas relacionados às ausências, à baixa performance e os impactos destas faltas no trabalho da equipe. É importante que o gestor assuma a responsabilidade de acompanhar o absenteísta, de registrar as orientações, de solicitar o apoio do serviço social, da medicina do trabalho e até mesmo ao time de relações trabalhistas, para que juntos encontrem soluções para que o colaborador volte a produzir normalmente.

Use o feedback como ferramenta de gestão de RH

O feedback é uma importante ferramenta de gestão de RH e também deve ser utilizado com frequência pelos gestores. Por meio de conversas francas e estruturadas é preciso deixar claro a importância de cada colaborador para a empresa e também, como as faltas podem ser prejudiciais para a carreira e imagem deste profissional. Novamente cabe ao gestor oferecer ajuda e suporte para que as dificuldades sejam superadas.

Invista em treinamento e desenvolvimento

Um bom planejamento de treinamento é sempre muito interessante, pois além de capacitar as equipes, também promove a motivação e o senso de pertencimento. Assim, é importante analisar o perfil dos colaboradores e buscar um plano de desenvolvimento individual, potencializando as competências e talentos, além de aprimorar alguns comportamentos. Vale lembrar que times qualificados são naturalmente mais engajados e produzem mais e melhor.

Incentive a participação e a colaboração

É importante também incentivar a participação dos colaboradores, abrindo espaço para a troca de ideias, de experiências e sugestões. Essa iniciativa favorece a colaboração e coletividade. Quando um profissional se sente parte integrante do negócio, passa a atuar em outro nível de comprometimento e dedicação. E esse sentimento é construído através de práticas de gestão de RH, por meio de uma liderança próxima e incentivadora e também por um bom sistema decomunicação interna, que possibilite a integração de todos.

Quais são as práticas adotadas por sua empresa para reduzir as faltas e o absenteísmo? Compartilhe conosco suas dicas e experiências!