Como manter a comunicação interna saudável dentro da empresa

Toda empresa é feita de pessoas, e pessoas se comunicam. É impossível imaginar dois seres humanos passando aproximadamente 8 horas diárias juntos sem que haja a comunicação. Também é impossível conceber a comunicação sem relacionamento interpessoal, e é aí que as coisas começam a se complicar.
Para tratar desse meio campo a comunicação interna lança mão de diversos artifícios para manter as pessoas sinérgicas, trabalhando em equipe e, ao mesmo tempo, bem informadas, evitando que a famosa rádio peão se instale. A transparência e o comprometimento são cruciais neste processo, e envolvem não só a postura do comunicador interno como também dos diretores e gerentes da empresa.
Com um esforço conjunto e uma cultura de valorização da comunicação como agente transformador do ambiente, uma boa comunicação interna impacta em todos os setores da organização, gerando resultados positivos para o negócio. Sendo assim, que tal manter a sua comunicação interna saudável? Quer aprender como? Então continue acompanhando o nosso artigo!
### **Alinhe a comunicação interna ao planejamento estratégico da organização**

Muitos setores de comunicação interna ainda não conseguem perceber que uma comunicação destoante com os valores da empresa e seu planejamento estratégico não passa de enganação, de tentativas isoladas de criar alguma coisa do nada. Para que a comunicação interna seja efetiva, alinhe-a ao planejamento estratégico da empresa, faça com que ela traga resultados palpáveis para a empresa.

Segmente a comunicação interna

Os diversos perfis de profissionais que compõem uma empresa exigem do comunicador interno uma capacidade de percepção que vai além dos cargos e funções, pois a empresa está dividida em vários públicos internos, que devem ter suas próprias demandas atendidas. Neste sentido, é preciso segmentar tanto o público quanto as mensagens para, assim, obter maior eficácia na comunicação.

Desenvolva veículos de comunicação interna para cada público

O dono da empresa confere seus e-mails diariamente? E o pessoal da produção? Quem na empresa assiste televisão? Analisar quais são os canais de comunicação interna mais eficazes para cada público que você segmentou anteriormente facilita na distribuição das informações e mantém todos atualizados sobre os caminhos que a empresa está seguindo, sem gerar comentários negativos, como suposições de esquecimento de uma parte da equipe ou ainda de privilégios para outra.

Democratize a informação

A comunicação interna é mais do que um programa motivacional ou um informativo de entretenimento para os funcionários, ela é a linha que costura as pessoas à empresa, que gera valor, que evidencia as pessoas e as transforma em atores organizacionais ativos, comprometidos com suas atividades e com o resultado final da empresa. Portanto, democratize a informação, faça com que as pessoas conheçam a empresa de verdade, internalizem seus valores e sua cultura, respirem a alma da empresa através de informações relevantes e verídicas.

Capacite as pessoas para se comunicarem

Nós nascemos com a competência de nos comunicarmos, contudo, essa competência deve ser aprimorada ao longo do tempo para que consigamos, cada vez mais, sermos entendidos pela maioria das pessoas. Além da arte de falar, é preciso trabalhar sentimentos e percepções, já que somos humanos e carregamos conosco todas as nossas experiências de vida.

Promover treinamentos e capacitações para os funcionários é uma das melhores formas de melhorar a saúde da comunicação nas empresas, e faz parte do papel do comunicador interno identificar as necessidades e ir em busca de soluções que gerem valor para as pessoas, que as transformem e as tornem bons comunicadores, uma vez que a comunicação interna não é feita por uma única pessoa, é feita por todos.

Agora que você já sabe como manter uma boa comunicação dentro da sua empresa, que tal começar a colocar essas dicas em prática agora mesmo? Se você ainda ficou com alguma dúvida, deixe o seu comentário!