Comunicação interna e endomarketing: entenda a diferença

Nós já falamos várias vezes aqui no blog sobre a importância da comunicação ser vista como parte da estratégia das empresas. Através dela é possível fortalecer a cultura organizacional, integrar equipes dentro e fora da empresa, aumentar a produtividade dos colaboradores e, consequentemente, melhorar os resultados da empresa.

Mas a comunicação corporativa é composta por várias áreas, comunicação externa, comunicação interna e endomarketing. Para saber como cada uma delas pode beneficiar a sua empresa, é preciso entender bem seus conceitos.

Uma dúvida muito comum entre os profissionais é qual a diferença entre comunicação interna e endomarketing. Você sabe? Se não, continue acompanhando o nosso post e conheça as principais diferenças entre essas duas áreas da comunicação corporativa.

A importância do público interno para a organização

Antes de apresentar os conceitos de comunicação interna e endomarketing, é muito importante entender por que eles são trabalhados. E isso é muito fácil, em uma empresa tudo começa internamente e isso envolve, principalmente, os colaboradores.

São eles que, antes de qualquer outra pessoa, precisam conhecer a história, valores, missão, políticas, princípios e cultura da organização. E além disso, seus produtos ou serviços nos mínimos detalhes, saber porque e para quem ele foi desenvolvido.

O público interno é o primeiro nível de representação de uma empresa para além de seu ambiente, mesmo que para a maioria dos colaboradores isso não seja oficial. Pense comigo, quando você encontra alguém na rua utilizando o uniforme de uma empresa – ou você sabe que aquela pessoa atua ou atuou em tal lugar -, você a vê como uma representante daquela marca, não é mesmo?

Logo, tudo o que aquela pessoa fizer ou falar sobre a empresa ou produto, mesmo que às vezes pessoal, te levará a julgamentos, positivos ou negativos, condicionados àquela organização, seja diretamente sobre ela, seu mercado de atuação ou até sobre seus concorrentes.

Se uma empresa quer se desenvolver, ser reconhecida no mercado e gerar mais resultados, é imprescindível que ela invista e valorize o seu público interno, afinal, são eles que movem e promovem a organização.

Comunicação interna x Endomarketing

Apesar de possuírem alguns pontos em comum e serem complementares, a comunicação interna e o endomarketing são estratégias diferentes adotadas pelas empresas para lidarem com o público interno, sempre buscando retorno financeiro. Isso porque o envolvimento dos funcionários com a empresa está diretamente ligado com a produtividade e o engajamento dos mesmos.

O atendimento, por exemplo, é um grande diferencial para os clientes. Porém, para atender bem, é preciso que o colaborador compartilhe do posicionamento da organização e esteja alinhado com ela. Desta forma, utiliza-se das estratégias da comunicação interna e do endomarketing para se fazer o alinhamento do posicionamento do funcionário com o da empresa.

De forma resumida, podemos afirmar que a comunicação interna envolve os processos de informação, já o endomarketing, trabalha o incentivo e a interação entre colaboradores e empresa.

Comunicação interna

A comunicação interna tem como objetivo promover o diálogo com os colaboradores e tornar o clima organizacional mais agradável. Para isso, ela utiliza ferramentas, como os meios de comunicação institucionais, para levar as informações relevantes sobre a organização para os clientes internos.

Quando é vista como um setor estratégico, a comunicação interna é capaz de transformar cenários organizacionais e motivar os funcionários, ajudando a empresa a atingir as metas e os objetivos definidos. Para isso, é preciso que este setor tenha contato direto com os gestores.

Para que as ações da comunicação interna sejam bem-sucedidas, é necessário que se faça uma análise detalhada sobre qual a melhor forma de atingir o público: jornal mural, newsletter, informativo, software de comunicação, todos eles juntos, entre outros.

Porém, independente do meio de comunicação escolhido para falar com os funcionários, é preciso ter cuidado com a linguagem utilizada, que deve ser clara e objetiva. Tudo isso, para evitar dúvidas e comentários indevidos, além da disseminação da comunicação informal na empresa, a famosa “rádio peão”.

Na comunicação interna, o engajamento dos funcionários é espontâneo e depende do autoconvencimento dos mesmos, o que faz com que os resultados sejam no longo prazo e mais lentos do que no endomarketing, já que cada um possui o seu tempo para absorver a informação.

Endomarketing

Assim como uma empresa vende a sua imagem para o cliente externo, ela deve fazê-lo com o cliente interno. Isso porque ele tem papel fundamental para o desempenho da organização.Sendo assim, o target, ou seja, o público-alvo do endomarketing é o público interno e, para persuadi-lo e conquistá-lo, esta ferramenta, advinda da Administração, aplica estratégias do Marketing externo, no ambiente interno da empresa, para o relacionamento com os colaboradores.

Antes de convencer o cliente externo, é preciso que a organização convença o cliente interno. Desta forma, o endomarketing atua como motivador para o envolvimento dos funcionários com a organização, refletindo principalmente no atendimento ao cliente. Se o funcionário comprar as ideias da empresa, com certeza será mais fácil convencer o cliente.

Ao contrário do que acontece na comunicação interna, em que os resultados são no longo prazo, no endomarketing os resultados são mais imediatos, uma vez que se busca a adesão dos funcionários à ideia vendida através da sedução e da persuasão utilizadas pelas estratégias de Marketing.

Em resumo, o foco do endomarketing é promover valores que afetam diretamente a melhoria de produtos e serviços, pois para ele os colaboradores são como clientes internos. Seu principal objetivo é melhorar a qualidade do que a empresa oferece.

Enquanto isso, a comunicação interna trata o colaborador antes de tudo, como ser humano, pois ela está diretamente relacionada ao relacionamento entre empresa e empregado. A comunicação interna permite que o empregado tenha voz e seja ouvido, mostrando o outro lado da organização, explorando o fator humano, sem deixar de ser corporativo.

Como podemos perceber, a comunicação interna e o endomarketing são estratégias diferentes mas que, com certeza, podem e devem caminhar juntas para atingir os objetivos da empresa. É muito importante desenvolver uma estratégia de comunicação interna eficiente alinhada a um bom programa de endomarketing.

Nada melhor do que uma equipe motivada e que vista a camisa da organização, não é mesmo?

E na sua empresa? Como está o relacionamento com o público interno? Conte para a gente quais são as estratégias que a sua empresa utiliza para se relacionar com os colaboradores. E se tiver alguma dúvida, deixe aqui nos comentários.

Por Talita Maria