Como aproveitar a participação em eventos

Eventos como feiras, exposições e congressos, são sempre uma ótima oportunidade para fazer novas conexões e se manter atualizado. A diversidade de pessoas e conteúdo que se pode encontrar é muito grande.  É uma oportunidade de aprofundar e atualizar conhecimentos de uma área que já dominamos e conhecer áreas que temos pouca familiaridade, mas estamos começando a explorar.

Esses novos conhecimentos também abrangem a rede de relacionamento. A participação em eventos nos permite conhecer novas pessoas, que podem vir a fazer parte do nosso círculo de contatos pessoal ou profissional e, algumas vezes, até dos dois. Além disso, quando conhecemos pessoas novas, temos contato com outras experiências e vivências, o que é muito enriquecedor.

Algumas atitudes simples podem ajudar e muito a tornar essa experiência o mais proveitosa possível. Vamos explorar um pouco do como, já que tirar benefícios concretos de eventos é muito mais do que apenas assistir a palestras e trocar cartões com várias pessoas.

Por isso selecionamos algumas dicas e sugestões para ajudar você a aproveitar o máximo de um evento.

Planeje-se

Antes de ir a eventos procure descobrir quem irá participar e selecione quem são as pessoas de maior interesse; buscá-las nos intervalos e se apresentar, de forma objetiva, procurando já na introdução ressaltar os pontos de interesse mútuo, é uma boa ideia.

Treine uma apresentação própria e bem objetiva, o famoso ‘elevator pitch’: quem você é, o que faz, onde trabalha, etc. Prepare um discurso resumido para que os demais saibam em poucas frases com quem estão falando e porque eles devem se importar contigo. Fica ainda melhor se você souber de um amigo em comum que também estará no evento e pedir para ele fazer a ponte.

Estude o mapa da feira

Sem um plano de ataque você pode gastar tempo demais em alguns estandes e perder a oportunidade de fazer negócios em outros. Por isso, é sempre interessante ter o mapa da feira. É preciso selecionar os estandes com base nas necessidades da empresa: obter clientes, fornecedores, parceiros ou fontes de financiamento. Faça uma lista com as prioridades e outra com segundas opções, para o caso de sobrar tempo.

Chegue cedo

Imprevistos podem acontecer com todo mundo, o trânsito pode ficar lento, você pode não conseguir sair no horário das suas atividades profissionais, mas sempre faça o possível para chegar cedo. Além de poder conhecer o local com calma, você pode conversar com algumas pessoas que estão organizando ou participando do evento, se informar, ler materiais que estejam à disposição e até fazer um lanche com tranquilidade.

A abordagem

Um ponto muito importante é não chegar nos eventos abordando as pessoas já no “modo vendedor”. Ouça primeiro o que os outros fazem, conheça as pessoas, se interesse de forma genuína e deixe a conversa fluir naturalmente. Se você perceber que há sentido em falar sobre o que sua empresa oferece, aí sim pode começar o seu ‘pitch’ de venda.

Supere a timidez! As pessoas estão em eventos para fazer networking.  Evite ficar em rodas apenas com pessoas que você conhece – afinal, para fazer isso não é preciso ir a eventos. Circule pelo ambiente, mostre-se disposto a conversar, puxe um papo e seja simpático.

Anote

A participação em eventos gera novas ideias, insights de melhorias, dicas de livros e sites, recebemos vários estímulos para aplicação em nossa rotina pessoal e profissional. Mas o volume de informação é grande, e é comum ficarmos ansiosos para recebermos, o que pode nos levar a perder muito conteúdo. Se você quer absorver o máximo de conhecimento possível, a dica é: anote tudo.

Leve sempre, por precaução, um material pra anotar, para o caso de não ser disponibilizado pelo evento. Você também pode anotar no smartphone, no tablet ou no notebook, mas é mais interessante rabiscar aquilo que é importante pra você, pois estimula a criatividade e facilita a memorização.

Faça perguntas

Não existe pergunta idiota, qualquer dúvida é válida. Quando o formato do evento der espaço, faça perguntas ao convidado, busque ao máximo extrair conhecimento de quem está à disposição para o diálogo e não leve dúvidas para casa.

Caso a programação não deixe um espaço para perguntas, anote o email do palestrante e escreve para ele.

Explore

Explore palestras e cursos paralelos à feira; congressos, minicursos e palestras, podem trazer conhecimento técnico e contatos valiosos. Alguns são pagos à parte e exigem planejamento, sendo preciso avaliar o conteúdo, os palestrantes e seus currículos.

Passar o dia todo em um auditório nem sempre é muito proveitoso, pois o empresário pode perder negócios. Esses eventos são propícios para fazer networking com pessoas de interesses semelhantes aos seus, que podem virar clientes ou parceiros no futuro.

Não é preciso conversar com todos os participantes dos eventos. Vale muito mais voltar do evento com algumas poucas conexões fortes do que com 50 cartões que você nem se lembra de quem são. O importante é investir seu tempo para aprofundar conversas com pessoas que podem render oportunidades interessantes (de negócio, parceria, etc).

Leve seus cartões de visita

Como já falamos aqui, conhecer pessoas é uma ótima forma de adquirir conhecimento. O networking está cada vez mais presente nos eventos, e mesmo quando ele não for estimulado pela programação ou pelo formato do evento, procure praticá-lo da mesma forma. Sempre há oportunidades de conhecer gente nova, seja chegando antes e conversando com outros participantes, seja no coffee break entre um salgadinho e um café. Tenha sempre seu cartão de visita em mãos, nunca se sabe quando vai encontrar um futuro parceiro de negócios.

Mantenha contato

Após os eventos busque manter contato com as pessoas que você conheceu, mande e-mails para elas e apresente a sua empresa. Mesmo que tenha deixado algum material com o interlocutor, faça um contato posterior e diga que quer agendar um horário para conversar.

Procure reativar um contato por e-mail, mas não no dia seguinte. O ideal é entrar em contato uns 4, 5 dias após o evento para que seu e-mail não se misture a vários outros que a pessoa talvez receba, é claro que essa ‘espera’ vai depender do tipo de relação que você criou com a pessoa e o combinado entre vocês.

Você consegue aproveitar ao máximo a participação em eventos? Compartilhe suas dúvidas e experiências com a gente, através dos comentários e enriqueça o nosso post.