Como a gestão de pessoas pode ser o diferencial na sua empresa

A competição do mercado nos tempos atuais pode gerar medo e insegurança. Para permitir que uma empresa crie um clima organizacional baseado em criatividade e capacidade empreendedora é necessário aperfeiçoar as relações entre colaboradores, especialmente entre líderes e liderados. Para tanto, investir em gestão de pessoas é um caminho promissor na busca pelo amadurecimento profissional da equipe.

Com a consciência formada de que o capital humano é de fundamental importância para o desenvolvimento de um negócio em qualquer setor, pode-se partir para formas de otimizar as relações entre os colaboradores da empresa.

Assim é possível que o crescimento de cada um possibilite avançar nos ganhos profissionais, pessoais e sociais, que juntos fazem uma organização coerente com seus princípios. O post de hoje é para te mostrar como fazer a gestão de pessoas um diferencial em sua empresa, continue acompanhando.

Ter colaboradores e não empregados

O primeiro passo para a gestão de pessoas eficiente é valorizar as pessoas, pode parecer óbvio, mas muitos gestores acreditam ter empregados e não colaboradores. Muita gente considera que esses dois termos são sinônimos, porém eles possuem significados bem diferentes.

O empregado é aquela pessoa que vende a sua força de trabalho em troca de um salário, uma retribuição. Nessa troca, cada uma das partes tem seus interesses e quase não se relacionam. Já o colaborador, faz parte da empresa e a constrói em parceria com todas as outras pessoas. Seus interesses pessoais caminham lado a lado com os do negócio.

Interligar vida profissional e pessoal

Outro passo importante é a desconstrução da ideia equivocada de que o funcionário possui uma vida no ambiente de trabalho desvinculada de suas relações familiares. Todo ser humano leva para a vida profissional seus problemas e frustrações, misturando afetos tipicamente humanos com os quais precisa lidar dentro e fora de casa.

Conhecer os anseios dos colaboradores e procurar trazer clareza no que se refere ao que a organização espera de cada um, torna as relações de trabalho mais fáceis e abre caminho para o diálogo, fundamental em tempos de valorização da democracia e do consenso em ambientes corporativos.

Investimento ou custo?

Fornecer ao colaborador a oportunidade de crescer profissionalmente é dar a ele o entendimento do quanto a organização se preocupa com seu desenvolvimento e valoriza sua participação no fomento de um sólido espírito coletivo. Porém, tal proposta exige que a empresa encare de forma assertiva o investimento em treinamento de pessoal e demais capacitações técnicas como forma de ganho sócio-empresarial.

Refletir em que medida investir no funcionário é um ganho de produtividade em médio e longo prazo depende dos valores professados pela empresa, sem maquiagens ou demagogia por vezes utilizadas para vencer a concorrência.

Caso essa postura não esteja dentro da mentalidade das lideranças, é o caso de buscar rever mais profundamente quais os fundamentos que regem o trabalho desenvolvido internamente, levando em conta projeções futuras e imagem institucional construída no mercado.

Fortalecer a comunicação na empresa

O colaborador é uma parte fundamental da sua empresa, mas muitas vezes ele não se sente assim. A comunicação é uma grande aliada para reverter esse quadro.

Ao implementar e valorizar bons canais de comunicação, sempre cultivando a transparência e a agilidade da circulação da informação, é possível informar o colaborador sobre tudo que acontece na empresa, além de desarticular especulações que poderiam desmotivar os colaboradores e gerariam problemas diversos, como a competição interna.

Uma comunicação transparente e horizontal estimula o sentimento de equipe e provoca uma sensação de pertencimento que só tende a valorizar o grupo de profissionais.

Otimizar os processos

A produtividade de uma equipe, também depende da otimização dos processos. Para isso, é importante se atualizar e aproveitar as diversas soluções tecnológicas disponíveis no mercado.

Softwares de gestão e sistemas integrados capazes de centralizar informações, agilizar a tomada de decisão e as tarefas são bastante úteis. Vale ressaltar, que para uma gestão de pessoas eficaz, é essencial direcionar o capital humano a atividades realmente relevantes e automatizar as rotinas, contado com a tecnologia como aliada.

Abusar do feedback

Uma das ferramentas mais importantes da gestão de pessoas é o feedback. Mas em algumas empresas ele é sinônimo de críticas e reclamações. Quando esse estigma não é desconstruído, o risco da empresa perder direcionamento é grande, pois a tendência é de que cada colaborador siga em uma direção, não necessariamente coerente com a dos colegas.

É o típico “cada um cuidando do seu”. Isso é extremamente prejudicial e, caso esteja instalado na cultura da empresa, precisa ser desarticulado e desestimulado.

É muito importante que os feedbacks também sejam positivos e não apenas de cima para baixo. É através de conversas bem estruturadas e francas, que o líder deve orientar, corrigir, valorizar e reconhecer o esforço e a dedicação de cada colaborador. Com transparência e imparcialidade, equipes e líderes ficam bem mais próximos.

A Gestão de pessoas diferenciada

Uma empresa que adota uma política de gestão de pessoas diferenciada está em busca, principalmente, de conciliar suas expectativas e necessidades organizacionais com os anseios de seus colaboradores através de políticas e práticas coesas.

É preciso ter em mente que cada colaborador tem aptidões pessoais e profissionais a desenvolver e gostaria de ter o apoio da organização onde trabalha para pôr em prática tais potencialidades.

Lacunas dos processos produtivos podem ser tributadas à falta de diálogo entre líderes e liderados, o que só será resolvido com a possibilidade de abertura a um relacionamento franco e enriquecedor no qual se busque engajar o colaborador nas metas da organização, dando-lhe a chance de participar ativamente das ações internas.

Por fim, não menos importante é treinar líderes para que estes tenham capacidade agregadora à frente dos processos de melhoria na gestão de pessoas em qualquer ramo empresarial que busque amadurecer as relações entre os membros de sua equipe.

Conseguiu acompanhar como fazer a gestão de pessoas ser o diferencial da sua empresa? Tem alguma dúvida ou sugestão? Compartilhe com a gente. E não deixe da assinar a nossa newsletter para desenvolver ainda mais seus conhecimentos em comunicação corporativa! Produzimos conteúdos atualizados sobre o que está em pauta no universo das organizações.