5 mudanças empresariais que melhoram a comunicação interna

Que a comunicação interna é muito importante para o bom andamento de todas as demais atividades de uma organização já não é mais novidade para nenhum gestor de empresas da atualidade. O fato é que, apesar de ter ciência da necessidade de investimentos na área, muitos empresários ainda têm dúvidas sobre quais mudanças empresariais são mais assertivas para um endomarketing eficiente.

Se você faz parte desse grupo, não se preocupe. Nós reunimos no post de hoje 5 mudanças empresariais que melhoram a comunicação interna. Confira!

Adote uma estrutura organizacional horizontalizada

O velho modelo de organograma organizacional “manda quem pode, obedece quem tem juízo” precisa ser extinto. Nas empresas modernas a estrutura organizacional precisa ser horizontalizada, de modo que todos os colaboradores possam falar de igual para igual, independentemente do nível hierárquico que ocupe.

Para quebrar esse paradigma que muitas pessoas têm de que o diretor da empresa ou chefe é uma pessoa intocável ou inacessível, sugere-se a criação de programas como o “Café com o Presidente”, no qual colaboradores dos mais diversos setores são escolhidos para um café da manhã semanal com a autoridade máxima da empresa, que irá ouvi-los e receber suas demandas.

Invista em um modelo comunicacional de mão dupla

A comunicação na empresa precisa ser uma via de mão dupla, ou seja, assim como os colaboradores levam as informações até a gerência, precisam também receber um feedback. De nada adianta fazer programas como o “Café com o Presidente”, conforme sugerido anteriormente, se as demandas trazidas pelos colaboradores não recebem nenhum tipo de atenção. Para que a comunicação interna seja realmente eficaz é necessário criar formas para que tudo aquilo que é perguntado seja respondido, mesmo que a resposta seja uma negativa.

Organize treinamentos motivacionais

Promova cursos, palestras e workshops para que os colaboradores se mantenham sempre motivados e se sintam parte da empresa e dos programas de endomarketing e comunicação interna. Existem diversos palestrantes, professores e profissionais especializados em motivar, com diversas teorias e metodologias diferenciadas.

Defina um líder para comunicação interna

Não existe nenhum problema em a comunicação interna ser um braço do setor de recursos humanos ou estar presente junto ao setor de marketing. Afinal, ambas as áreas devem realizar tarefas voltadas aos colaboradores.

O que não pode acontecer é deixar a comunicação interna sem nenhum profissional responsável apenas por ela. Por isso, o ideal é contar com o apoio de uma pessoa com formação em áreas como relações-públicas ou jornalismo para ser o coordenador geral da comunicação interna, podendo utilizar recursos dos setores de RH e marketing para realizar suas atividades.

Invista em softwares comunicadores em multiplataformas

A tecnologia deve ser vista como uma grande aliada dos profissionais da comunicação interna. É por isso que o investimento em softwares comunicadores em multiplataformas pode ser uma boa pedida para as organizações. Com esse tipo de programa as mensagens divulgadas chegarão até os colaboradores de forma rápida e eficaz, gerando assim uma excelente receptividade.

Quer saber mais sobre mudanças empresariais e outros conteúdos interessantes para o bom andamento da sua organização? Que tal assinar nossa newsletter? Assim você receberá as notícias em seu e-mail em primeira mão!